Busque por empregos ou concursos

VÍDEO: Louva-a-deus luta contra ‘vespa assassina’ e resultado final é impressionante!




Na gravação se pode ver como o louva-a-deus ataca rapidamente sua presa por trás, imobilizando-a de maneira a não a deixar usar seu ferrão mortal.

Um vídeo mostrando um louva-a-deus comendo a cabeça de uma vespa gigante asiática, popularmente conhecida como “vespa assassina”, viralizou nas redes sociais.

Na gravação se pode ver como o louva-a-deus ataca rapidamente sua presa por trás, imobilizando-a de maneira a não a deixar usar seu ferrão mortal.

A vespa gigante asiática é um inseto extremamente resistente, com mandíbulas fortes e armadura protetora, podendo atingir 5 centímetros de comprimento. Ela possui um poderoso veneno capaz de dissolver os tecidos de outros insetos.

As “vespas assassinas” ficaram mais conhecidas ultimamente por atacar abelhas produtoras de mel, matando os espécimes adultos e devorando as larvas da colmeia. Além disso, elas são potencialmente mortais para os seres humanos e, com seus ferrões, podem perfurar os equipamentos de proteção dos apicultores.

Aparentemente, todas essas características não foram suficientes para deter o louva-a-deus, um predador que pode atingir 15 centímetros de comprimento e caçar não apenas insetos, mas também lagartos, pássaros e pequenos mamíferos.

Nos últimos tempos, surgiram notícias de que as vespas asiáticas estão “invadindo” a costa oeste da América do Norte, colocando as autoridades em estado de alerta para tentar reduzir a população desses insetos para que não se propaguem.

Enfim, gostou das nossas notícias?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre Cidade, Estado, Brasil e Mundo.


              

O conteúdo do Macajuba Acontece é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.







Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comments:

Copyright © Macajuba Acontece | O Portal de Notícias de Macajuba e Região | Direção Max Ribeiro