Sem aulas presenciais por causa da pandemia, estudantes de escolas públicas de Ruy Barbosa têm aula pelo rádio; VÍDEO

Alternativa foi pensada para alunos da cidade de Ruy Barbosa, na Chapada Diamantina, por causa da dificuldade no acesso a internet.

Sem aulas presenciais por causa da pandemia do novo coronavírus, e com pouco acesso a internet, os quase cinco mil alunos do 1° ao 9° ano do ensino fundamental de Ruy Barbosa, cidade que fica na Chapada Diamantina, têm a oportunidade de continuar aprendendo através de um programa de rádio criado especialmente para que eles possam estudar.

As aulas presenciais nas escolas públicas e particulares de toda a Bahia estão suspensas desde o dia 19 de março, e ainda não têm previsão de retorno. Como muitos alunos da rede pública de Ruy Barbosa têm dificuldade no acesso a internet, a professora e diretora pedagógica Dilma Pereira teve a ideia de usar um velho conhecido da comunicação para manter os estudantes conectados ao aprendizado, mesmo durante o isolamento social.

"A rádio FM daqui é muito potente, aí eu criei um projeto pensando no bem-estar dos meus alunos. Nós temos no município de Ruy Barbosa quase cinco mil alunos e o projeto está sendo maravilhoso, um reforço, principalmente para os que moram na zona rural. Nós temos comunidades que para você chegar precisa de mais de uma hora de viagem", disse Dilma Pereira.

Duas vezes na semana, professores se revezam no microfone da rádio para passar conteúdo, tirar dúvidas e abordar com as crianças e jovens os temas de destaque na atualidade. As aulas das terças-feira são voltadas para os alunos de séries iniciais. As das quintas-feiras, são dedicadas aos alunos do 6° ao 9° ano.

"Além de ouvir, realizar as atividades, eu posso tirar dúvidas sobre os temas, porque é um quadro que abre espaço para os alunos debaterem, fazer perguntas e dizer o que não entendeu. É muito organizado e é prático, porque todo mundo tem rádio em casa", disse a aluna Jaiane Oliveira.

Cerca de 5 mil alunos da rede municipal escutam aulas no rádio durante pandemia do novo coronavírus — Foto: Reprodução / TV Bahia

De acordo com a última pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 30% das casas dos baianos não têm internet, isso dá mais ou menos 1,5 milhão de casas onde as pessoas, e principalmente os estudantes, não têm acesso a internet.

Algumas comunidades rurais de Ruy Barbosa ficam a uma hora de distância do centro. Os alunos que moram nas áreas mais isoladas só estão conseguindo estudar, graças ao rádio que tem casa.

Ao final de cada aula, os professores propõem pesquisas, produção de textos e, no final de cada mês, as atividades são recolhidas pelas equipes da Secretaria de Educação e corrigidas. É através da avaliação dessas atividades que a equipe pedagógica faz o diagnóstico do aprendizado dos estudantes.

"Eles estão tendo esse retorno através de um grupo de WhatsApp que foi formado e o pessoal da zona rural, a cada vez, quando as atividades retornam para a escola, eles recebem um kit da merenda escolar e o retorno [avaliação] das atividades", explicou a secretaria de Educação do município, Floriceia Alves.

Professoras da cidade de Ruy Barbosa fazem aula pela rádio — Foto: Reprodução / TV Bahia

Para a mestre em educação e gerente executiva de educação e cultura do Serviço Social da Indústria na Bahia (Sesi), na Bahia, Cléssia Lobo, a iniciativa das aulas pelo rádio é importante porque possibilita o acesso dos alunos ao aprendizado.

"Isso não está se resumindo ao horário do programa, mas eles devem estar com roteiros de atividades para que eles possam fazer fora do programa. A interatividade tem que ser mais motivadora, os estudantes também precisam perguntar para os professores", disse Cléssia Lobo.

Até a noite desta terça-feira (11), a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) registrou 194 casos de pessoas infectadas pela Covid-19 e duas mortes.

G1 Bahia.

Enfim, gostou das nossas notícias?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre Cidade, Estado, Brasil e Mundo.


              

O conteúdo do Macajuba Acontece é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.






Postar um comentário

0 Comentários