quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Baixa-Grandense Virlane Bastos lança poesia sobre o dia da Consciência Negra.



Igualdade para quem?

Os negros sofrem muito
Em nossa sociedade
Não tem se quer o direito
Da própria liberdade.

Sempre vemos
Uma forma de descriminação
Mesmo sabendo que os negros
São a maioria da população.



É um grande absurdo
A gente ainda ver
As formas de descriminação
Só pela cor do outro ser.

É uma luta diária
A busca pela igualdade
Pelos direitos
E pela dignidade.

É um coração que pulsa
Assim como o seu
É um sangue que corre
Assim como o meu.

Sofrem sentem choram
Lutam, buscam
Uns os ignoram.



E você
 Já fez a sua parte
Já entendeu que ser negro
Não é ter desvantagens.

Ser negro é ser igual
A qualquer outro ser
Ter seus direitos respeitados
Sem precisar sofrer.

Virlane Bastos Baixa Grande
Virlane Bastos estudante do colégio Estadual José Ribeiro Pamponet

Insta @Viih_sbastos



O conteúdo do Macajuba Acontece é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Copyright © Macajuba Acontece | O Portal de Notícias de Macajuba e Região | Direção: Max Ribeiro