segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

Aproveitando ano de eleição, prefeitura de Macajuba começa a gastar mais com materiais de construção




Neste ano de 2020 acontecerá mais uma eleição municipal e a gestão Mary e Murilo parece estar tentando recuperar o tempo perdido, sem nenhuma obra em seu nome. Recentemente o vereador Isack trouxe a público o extrato de homologação do Pregão Presencial Nº 25/2019, referente ao fornecimento parcial de material de construção. O edil cobrou esclarecimentos quanto aos critérios utilizados para distribuição dos materiais.


Desde o início da gestão Mary/Murilo a empresa Sidney Rocha Fraga, vencedora do Pregão Presencial Nº 25/2019, já faturou mais de R$ 433 mil em vendas para Prefeitura, segundo o Portal da Transparência. Desse valor, cerca de R$ 282 mil foram em aquisição de materiais de construção para distribuir a população (Benefícios Eventuais).


Durante todo o ano de 2017 a Prefeitura distribuiu para os munícipes pouco mais de R$ 17 mil em materiais de construção. Em 2019, a gestão Mary/Murilo pagou mais de R$ 188 mil de materiais de construção distribuídos a população. Apenas no mês de dezembro o valor pago foi de R$ 148.061,90.




A crítica não é a distribuição de materiais de construção, nem a empresa que ganhou a licitação, pois essa deveria ser uma ação recorrente. No entanto, a Prefeitura precisa estabelecer critérios claros e deveria beneficiar toda população carente, independente da opção de voto.

Há poucos dias o blog trouxe uma matéria da macajubense que teve que esperar dois anos para receber esse benefício. Mas, por que só agora essa distribuição maciça de materiais de construção? Nos anos anteriores as famílias carentes não estavam precisando desses materiais? Será que essa ação da gestão Mary/Murilo já está visando a eleição 2020?


O Deixa Comigo Macajuba foi até a Secretaria de Ação Social do município e conversou com Analice Suzart, atual secretária sobre os critérios para receber o material de construção, ela disse que sempre tem essas doações e que a demora é por causa da demanda, que as pessoas vão até a prefeitura, pois no gabinete é onde tem o controle dos recursos e que não existe nada envolvido com eleições ou partido político e que as vezes os vereadores confundem a mente do povo, pois a loja que fornece ganhou a licitação.

Vale ressaltar que os edis Isack Soares (PSD) e Neto Macedo (PSB) recentemente cobrou durante a sessão da Câmara de Vereadores de Macajuba, que fosse explicado para a população quais os critérios para receber materiais de construção pela Secretaria de Ação Social.

Uma reportagem sobre a situação precária de Dona Iracema na região do Estaleiro mostrava a situação precária em que ela vive com sua família, e até o momento a prefeitura não tomou nenhuma iniciativa.


Até o momento nada foi construído pela prefeita da cidade, nada contém seu nome, apenas reconstrução foram feitas.

O conteúdo do Macajuba Acontece é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Copyright © Macajuba Acontece | O Portal de Notícias de Macajuba e Região | Direção: Max Ribeiro