Busque por empregos ou concursos

Governo pode pagar novo benefício de R$ 800. Veja quem terá direito

Um novo benefício mensal pago para os brasileiros que necessitam de ajuda assistencial pode ser criado através do Projeto de Lei 2910/2020 intitulado Seguro Família. O novo benefício terá validade de até 12 meses. Veja quais são as propostas do programa e quem poderá ter direito.

Novo benefício mensal pagará até R$ 800

Quanto o benefício vai pagar?

Em tramitação da Câmara dos Deputados, caberá ao Poder Executivo definir um novo valor para o benefício com base nos dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O Seguro Família deverá ser maior ou igual a 80% do valor do salário mínimo vigente, podendo pagar até R$ 800 por mês por família. Ainda de acordo com a proposta, o valor deve ser o mesmo para todos os beneficiários e deve ser suficiente para que consiga suprir as necessidades básicas do beneficiário como, alimentação, educação e saúde.

De acordo com o deputado Pedro Lucas Fernandes (PTB-MA), autor da proposta“O Programa Seguro Família, de caráter permanente, destina-se a garantir uma renda mínima de modo a assegurar as necessidades básicas”, Diante dos impactos da pandemia de Covid-19, “garantir o consumo dos mais pobres se constituirá em importante componente, para a estabilidade social e para revitalizar a economia”, continuou.

Exigências para recebimento do benefício

Veja o que será exigido:

  • Idade de pelo menos 18 anos;
  • CPF ativo;
  • Não ser titular de outro benefício (previdenciário, de transferência de renda ou seguro-desemprego);
  • Renda familiar mensal per capita de até 1/2 salário mínimo, ou mensal total de até três mínimos;
  • Não ter recebido no ano anterior acima do limite de isenção do Imposto de Renda das Pessoas Físicas (IRPF).

O brasileiro que for beneficiado pelo programa também não poderá ter emprego formal (CLT, Decreto-Lei 5.452/43). Vale ressaltar que existem exceções para o programa, como:

  • Microempreendedor Individual (MEI)
  • Contribuinte Individual do Regime Geral de Previdência Social (Lei 8.212/91)
  • Trabalhador informal (empregado, autônomo, desempregado, intermitente inativo)
  • Inscrito no CadÚnico para Programas Sociais do Governo Federal

Também será exigido do requerente, se for o caso:

  • Frequência escolar dos filhos menores de 14 anos;
  • Frequência em curso de conhecimento, de alfabetização ou qualificação profissional;
  • Prévia tentativa de realocação no mercado de trabalho por meio do cadastro no Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Com informações Jornal Contábil 

Enfim, gostou das nossas notícias?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre Cidade, Estado, Brasil e Mundo.


              

O conteúdo do Macajuba Acontece é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.






Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comments:

Copyright © Macajuba Acontece | O Portal de Notícias de Macajuba e Região | Direção Max Ribeiro