segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Vídeo; Família com oito filhos e dois netos está passando por situação precária em Macajuba



Na tarde do domingo (22), em visita na região do Estaleiro há 15 km de Macajuba, encontramos dona Iracema, que é mãe de 8 filhos, avó de dois netos e tem um marido doente.



Iracema vive em uma casa de situação precária, muito triste, ela nos conta, que a Ação Social tem ciência da sua situação e da moradia dela, que já recebeu cestas básicas do projeto CRAS, mas quando começou a receber o auxílio doença de seu marido, não recebeu mais as cestas, auxílio esse que não dá pra quase nada, vizinhos contam que a mulher já passou fome, junto com seus filhos, e vive em uma casa precária, com apenas 1 quarto que é do casal, e a sala que é usada também como quarto para seus filhos.



Quando chove, a situação piora, para amenizar as goteiras, ela colocou um plástico amarrado nas telhas, para não molhar seus filhos, ali não existe banheiro, higiene, a geladeira não funciona, a sua luz é cortada, e toda comida que ela ganha de doação, acaba se estragando, sem um deposito de comidas, como por exemplo a geladeira.



Ela disse que recebe R$ 171,00 do bolsa família, devido ao auxílio doença de seu marido, que tem uma problema, e que esse dinheiro não dá para passar um mês, ela trabalha na roça, mas nunca deixou de batalhar pelos seus filhos, a nossa equipe, não conseguiu conter a emoção dessa triste história, de saber que em nossa cidade de Macajuba, ainda existem pessoas em estrema pobreza.



Vemos projetos de casas sendo entregues para as famílias carentes em Ruy Barbosa, pela própria prefeitura, mas Macajuba não tem uma mesma iniciativa, para que serve o CRAS e Ação Social da cidade, se não vão em buscas destas famílias, a prefeitura gasta tanto dinheiro com atrações festivas e entre outros, e não olha para o lado precário do nosso município, seria um dever da prefeitura de Macajuba, doar uma casa nova a dona Iracema, com um banheiro, para que seus filhos não precisassem fazer suas necessidades no mato, com risco de insetos venenosos ou cobras, ter uma geladeira para guardar seus alimentos, aposto que existem mais pessoas passando esta necessidade de ajuda, elegemos os políticos para isto não é verdade? Olhem pelas pessoas carentes de nosso município, chega de pensar só em objetos e pensar nas pessoas, eu na minha posição de blogueiro, e aposto que as pessoas boas pensariam o mesmo, trocaria a festa de réveillon da cidade, em prol de dá um lar novo a estas pessoas, dá auxílio.



Agora sobem no palco e falam que a festa tá linda, que a cidade tá linda, tentando esconder a sujeira debaixo do tapete! Não, aqui não, bonito não é deixar a cidade maravilhosa só em tempos de festejos, bonito é ajudar o próximo, o filho da terra, eu Max Ribeiro, graças a Deus, não sou rico, tenho o básico como qualquer outra pessoa, mas eu não deixo de dividir o pão com outros, eu não como tudo sozinho, eu divido, por que se eu estou comendo do bom, eu quero que você coma junto comigo, por que estamos em um mundo onde existem muitas diferenças, principalmente de classes, mas no meio de todo este mundo, existem pessoas boas, pessoas que querem ajudar o próximo!



O conteúdo do Macajuba Acontece é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.





Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Copyright © Macajuba Acontece | O Portal de Notícias de Macajuba e Região | Direção: Max Ribeiro