Veja o calendário de pagamentos desta semana para o benefício do auxílio R$ 600

Os pagamentos do auxílio emergencial continuam em todo o país, nesta quarta-feira (09), serão considerados os beneficiários nascidos em abril.

O número de prestações varia de acordo com a data de aceitação do plano, pois o seu valor é apurado de acordo com a situação real da família, a taxa para mães solteiras é de R$ 1.200 e o restante é de R$ 600.

O cronograma de pagamento para auxílio de emergencial continua apertado, a Caixa recrutou várias equipes, cujas categorias variam de acordo com um conjunto de regras, ao longo desta quarta-feira (09), eles só receberão aniversários em abril, no entanto, existem outras variações nesta categoria.

O número da parcela é determinado com base na data de aceitação do projeto, por exemplo, aqueles que receberem o primeiro benefício em abril receberão a quinta rodada de recompensas.

Os recém-aprovados deverão receber a primeira cota, outro ponto importante são os interesses que foram privados e contestados.

Nesse caso, após a aprovação do governo, reavaliação em julho ou agosto, o pagamento será atrasado, em outras palavras, o primeiro pagamento já foi liquidado.

Os saques em espécie para aniversários de abril só podem começar em 1º de outubro, atualmente, o cidadão terá de utilizar o valor através da poupança digital na aplicação Caixa Tem.

A partir desta sexta-feira (11), seguirá as mesmas regras acima e se tornará o aniversário de maio, no sábado (12), o pagamento será emitido para as pessoas nascidas entre outubro e novembro, podendo ser sacado ou transferido para outra conta bancária, nesse grupo, o pagamento inicial foi encaminhado à Caixa Tem no dia 19 de agosto.


Enfim, gostou das nossas notícias?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre Cidade, Estado, Brasil e Mundo.

O conteúdo do Macajuba Acontece é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.








Postar um comentário

0 Comentários